«Vizinhos à janela» ganha prémio do Comité Económico e Social Europeu para a solidariedade civil

Uma iniciativa de bairro que começou por ser uma serenata para encher os corações nas horas vazias do confinamento está entre os 23 projetos da UE e do Reino Unido que receberam o prémio do Comité Económico e Social Europeu (CESE) pelo seu «contributo excecional» para combater a COVID-19 e as suas consequências. Na categoria «ofertas culturais», o Prémio CESE para a Solidariedade Civil foi atribuído aos «Vizinhos à janela», um projeto que ajudou a transformar um bairro numa verdadeira comunidade de entreajuda.

Com Portugal em confinamento, um grupo de vizinhos juntou-se para aliviar a solidão da vida em casa. Duas vezes por dia, às 14h00 e às 20h00, os residentes da Rua Belo Horizonte, no Jardim dos Arcos, em Oeiras, tocaram música das suas varandas e janelas durante 10 minutos, até ao final de julho de 2020. Quatro outras ruas próximas juntaram-se à iniciativa. Médicos, enfermeiros, polícias e cantoneiros visitaram a rua e receberam uma homenagem musical em reconhecimento do seu trabalho. Pouco depois, a Câmara Municipal de Oeiras contactou os residentes e convidou-os a aproveitar este espírito de solidariedade para recolher ajuda alimentar dos vizinhos, empresas locais, mercearias e restaurantes.

Neste momento, a ajuda alimentar já atingiu as 6 toneladas. Embora os «concertos de varanda» já não se realizem com a mesma regularidade, a recolha de alimentos continua, assim como ações de voluntariado.

O projeto de Oeiras foi anunciado como um dos 23 laureados numa cerimónia de entrega virtual de prémios realizada pelo CESE, no dia 15 de fevereiro. Os vencedores foram selecionados de entre um total de 250 candidaturas apresentadas por organizações da sociedade civil, indivíduos e empresas privadas e cada um recebeu um prémio no valor de 10 000 euros.

Ligações úteis: