600 milhões de euros para os melhores investigadores europeus

A UE atribui 600 milhões de euros aos melhores investigadores europeus – quatro projetos em instituições portuguesas e seis investigadores portugueses entre os vencedores.


A Comissão Europeia anunciou recentemente 301 cientistas e académicos de topo em toda a Europa que ganharam o último concurso de subvenções de consolidação do Conselho Europeu de Investigação (CEI).

Os vencedores receberão um total de 600 milhões de euros, no âmbito do programa de investigação e inovação Horizonte 2020, para a construção das suas equipas e a realização de projetos de investigação com impacto.

As instituições portuguesas contempladas são a Fundação Champalimaud, a Universidade do Porto e ainda dois projetos da Universidade de Aveiro. Há ainda três investigadores portugueses vencedores que trabalham em instituições estrangeiras.
Sítio Web